terça-feira, 20 de setembro de 2011

DEBATE ABERTO DISCUTE O APÓIO DO ESTADO À CULTURA

Desde a antiguidade clássica a arte tem sido extensamente beneficiada pelas benesses do Estado. Assim foi com egípcios, gregos e romanos. Depois, a partir do Renascimento, príncipes, reis, imperadores e papas fizeram do mecenato o caminho que permitiu a perpetuação da criação fantástica de centenas de grandes artistas, entre eles Michelangelo, Leonardo da Vinci, Bach, Shakespeare e até o brasileiro Aleijadinho.

Mas agora, com a indústria cultural nascida do capitalismo, o estado tem ainda esse papel tradicional? O programa Debate Aberto, que a TV Assembleia leva ao ar nesta sexta-feira (23), às 20h, discute esse tema, na esfera do Rio Grande do Norte.

Participam do programa o deputado estadual Hermano Morais; a secretaria estadual de cultura, professora Isaura Rosado; o diretor da Casa da Ribeira, ator e diretor teatral Henrique Fontes; e o jornalista especializado em cultura e músico, Moisés de Lima.

Entre os assuntos debatidos estão os incentivos à produção cultural através da Lei Câmara Cascudo e a criação do Fundo Estadual de Apoio à Cultura, cujo projeto de lei o governo do estado deve encaminhar em breve à Assembleia Legislativa.

O Debate Aberto é apresentado pelo jornalista Maurício Pandolphi, com produção de Rosa Medeiros e reportagens de Ohara Oliveira. Estreia: sexta-feira (23/09), às 20h. Reprises: sábado (24), às 20h, terça-feira (27), às 14h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mineira de Fé